Pages

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Coisas que li (e ouvi) - parte 3

Gosto de música brega dos anos 70. Pronto. Falei. Quase todo mundo que me conhece já sabia, mas quem não sabia ficou sabendo. Isto é praticamente um atestado de mau gosto, mas em minha defesa, digo que só ouço músicas péssimas com fone de ouvido, para não incomodar meu semelhante. Ou sozinha. Ouvir alto e cantar junto, só mesmo no trânsito, onde posso incomodar apenas os motoboys. Mas eles merecem, então tá tudo certo.

Pois então tem uma música que eu adorava quando era adolescente. Era cantada por uma mulher de voz estridente e eu achava o máximo. Por muito tempo cantarolei esta música em embromation, já que não sabia, nem entendia a letra. Pra piorar, não sabia nem o nome da música nem da cantora (como é que a gente sobrevivia sem a internet, hein?). Um dia descobri: “Wuthering Heights” de Kate Bush. De quebra descolei a letra. Beleza, já podia cantar junto, mas não entendia patavinas. Que é isso? Uma mulher chamada Cathy, avisando para um tal de Heathcliff que estava voltando pra casa e pra ele deixá-la entrar pela janela? Por que? Por que não entrar pela porta? Oras pois!

O tempo passou e fui ficando mais sábia (hahaha!). Um dia, li “O Morro dos Ventos Uivantes” de Emily Brontë e fez-se a luz! Tcharã! O nome original é, adivinhem!, “Wuthering Heights” e conta a trágica estória de amor de Heathcliff e Cathy, que descambou num amontoado de ódios, ressentimentos, vinganças e destruição.

Confesso que entender o mistério da música tirou um bocado da graça, além de expor ainda mais claramente a má qualidade da letra, mas fazer o que? A sabedoria tem seu preço....

Dia desses, navegando pelos sites que eu curto, entrei neste, que amo e encontrei uma coletânea dos piores vídeos de dancinhas na web. Hilário. Segue o link para quem quiser rir também. E qual era uma das piores dancinhas? A própria Kate Bush dançando no vídeo clipe de “Wuthering Heights”, devidamente acompanhada por Marcos Mion no programa “Piores Clipes do Mundo”. Só pra não deixar dúvidas, a Kate é a da direita, tá? Segue também a letra e a tradução, pra ninguém perder nenhuma nuance da fantástica interpretação da Kate Bush.



Out on the wiley, windy moors
Lá fora nos pântanos tempestuosos,

We'd roll and fall in green
Nós giraríamos e cairíamos no gramado.

You had a temper, like my jealousy
Você tinha um temperamento como meu ciúme,

Too hot, too greedy
Ardente demais, ávido demais.

How could you leave me?
Como você pôde me abandoner

When I needed to possess you
Quando eu precisava possuir você?

I hated you, I loved you too
Eu te odiei, eu te amei também.

Bad dreams in the night
Sonhos ruins à noite,

They told me I was going to lose the fight
Eles me revelaram que eu perderia a briga,

Leave behind my wuthering, wuthering,
Deixaria para trás meus tempestuosos, tempestuosos

Wuthering Heights
Morros tempestuosos

Heathcliff, it's me, your Cathy I am coming home
Heathcliff, sou eu, Cathy, estou voltando para casa.

I'm so cold, let me in your window
Sinto tanto frio, me deixe entrar em sua janela.

Oh it gets dark, it gets lonely
Oh, fica escuro, fica solitário

On the other side from you
Do outro lado, longe de você.

I pine a lot, I find the lot
Eu sinto tanta saudade, eu percebo que o destino

Falls through without you
Fracassa sem você.

I'm coming back love, cruel Heathcliff
Estou voltando amor, cruel Heathcliff,

My only one dream, my only master
Meu único sonho, meu único senhor.

Too long I roam in the night
Há muito tempo eu vagueio pela noite,

I'm coming back to his side to put it right
Estou voltando para o lado dele, para consertar isso.

I'm coming home to wuthering, wuthering,
Estou voltando para casa, para os tempestuosos, tempestuosos

Wuthering Heights
Morros tempestuosos

Heathcliff, it's me, your Cathy I am coming home
Heathcliff, sou eu, Cathy, estou voltando para casa.

I'm so cold, let me in your window
Sinto tanto frio, me deixe entrar em sua janela.

Oh let me have it, let me grab your soul away
Oh, me deixe possuí-la, me deixe levar sua alma embora.

Oh let me have it, let me grab your soul away
Oh, me deixe possuí-la, me deixe levar sua alma embora.

You know it's me, Cathy
Você sabe que sou eu, Cathy.

Heathcliff, it's me, Cathy I am coming home
Heathcliff, sou eu, Cathy, estou voltando para casa.

I'm so cold, let me in your window
Sinto tanto frio, me deixe entrar em sua janela....

6 comentários:

Luis disse...

Se isso te deixa mais confortável, eu também curtia essa música quado era moleque. Cheguei até a tentar tocá-la de ouvido no piano. Claro, como naquele tempo não tinha as facilidades de hoje para se encontrar e gravar uma música via Intenrnet, o bestão aqui dependia somente do que conseguia lembrar de memória. Nem preciso dizer que o resultado final foi uma lástima... Ah, e embromation era o básico.

Valtoni disse...

Não precisava dar tantas voltas pra dizer que gostava dessa música! Eu também gostava muito e ainda gosto. O primeiro LP que comprei na vida foi o "The Kick Inside" que, é claro, continha essa música. Por falar em qualidade da música, a Kate Bush tinha somente 18 anos quando a compôs e gravou; e ainda ficou em primeiro lugar nas paradas durante várias semanas. A letra também é bem melhor que uma tonelada de outras que a FM nos despeja nos ouvidos todo dia. Quanto ao clipe, não dá pra comparar com os recursos de hoje em dia, né? Nem MTV existia na época. Além do LP que conservo desde 1978, ainda tenho o clipe em LD (pra quem não sabe, LD é o precursor do DVD)!

Valtoni disse...

Não precisava dar tantas voltas pra dizer que gostava dessa música! Eu também gostava muito e ainda gosto. O primeiro LP que comprei na vida foi o "The Kick Inside" que, é claro, continha essa música. Por falar em qualidade da música, a Kate Bush tinha somente 18 anos quando a compôs e gravou; e ainda ficou em primeiro lugar nas paradas durante várias semanas. A letra também é bem melhor que uma tonelada de outras que a FM nos despeja nos ouvidos todo dia. Quanto ao clipe, não dá pra comparar com os recursos de hoje em dia, né? Nem MTV existia na época. Além do LP que conservo desde 1978, ainda tenho o clipe em LD (pra quem não sabe, LD é o precursor do DVD)!

Kelly disse...

Oi Luis (Luis? Jacó? hehehe)!!! Puxa, pena que as tentativas de tocar Wuthering Heights de ouvido não deram certo... No mais, como vai a vida? Beijos!

Kelly disse...

Olá Valtoni! Que bom te ver por aqui! Como vai a vida?

Beijos!

Robson disse...

Aaah, a Tetê Espíndola do Reino Unido... Esse vídeo me lembra o Pablo, do Qual é a Música. Só faltava a purpurina...

Tem outro (OUTRO!) vídeo desse crássico. Parece ter sido feito com (ainda mais) severas restrições orçamentárias. Enjoy:

http://www.youtube.com/watch?v=gfGc4wcil2g

Change it, Beavis!